26 de fev de 2011

AUTOESTIMA - ALINHAMENTO VIBRACIONAL


Em psicologia, autoestima inclui a avaliação subjetiva que uma pessoa faz de si mesma como sendo intrinsecamente positiva ou negativa em algum grau (Sedikides & Gregg, 2003). A autoestima envolve tanto crenças autossignificantes (por exemplo, "Eu sou competente/incompetente", "Eu sou benquisto/malquisto") e emoções autossignificantes associadas (por exemplo, triunfo/desespero, orgulho/vergonha). Também encontra expressão no comportamento (por exemplo, assertividade/temeridade, confiança/cautela). Em acréscimo, a autoestima pode ser construída como uma característica permanente de personalidade (traço de autoestima) ou como uma condição psicológica temporária (estado de autoestima). Finalmente, a autoestima pode ser específica de uma dimensão particular (por exemplo, "Acredito que sou um bom escritor e estou muito orgulhoso disso") ou de extensão global (por exemplo, "Acredito que sou uma boa pessoa, e sinto-me orgulhoso quanto a mim no geral").
Como você vê a si mesmo influencia profundamente o modo como os outros vêem você. Se você estiver confiante e autoconfiante, outras pessoas tendem a vê-lo dessa maneira também. No entanto, se você está hesitante e inseguro sobre si mesmo, os outros irão responder de acordo com a falta de confiança que você sente. Essencialmente, suas crenças, principalmente as subconscientes, estão ensinando ao mundo como deve tratá-lo. A maneira como as pessoas tratam você é um reflexo dessas crenças subconscientes. Conseqüentemente, se você quiser alterar o modo como os outros se comportam com você, é necessário alterar as crenças autosabotantes que estão causando o tratamento indesejável. Como diz o ditado, "Se você não pode amar a si mesmo, você não pode esperar que os outros te amem".
Outro aspecto da auto-estima é o conceito de indignidade. Algumas religiões no mundo nos ensinam que somos profundamente indignos. Outros ensinam que o sofrimento da vida é infinito e que devemos simplesmente abraçá-la como uma conseqüência inevitável de estar no mundo. Isso freqüentemente provoca um profundo sentimento de desesperança e impotência e que você não é digno de mudar a sua realidade. Se você quer ser livre das limitações da indignidade em sua vida, peça ajuda de um facilitador de ALINHAMENTO VIBRACIONAL e tenha a certeza de que as crenças do seu subconsciente irão apoiar esse objetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário